Compartilhar nas Redes Sociais

A aposentadoria especial da área da saúde é um direito dos profissionais que atuam nessa área. Você profissional da área da saúde tem direito de antecipar a sua aposentadoria. Deste modo, não necessita contribuir por 35 anos se homem e 30 anos se mulher.

Só para exemplificar, esse direito abrange médicos, enfermeiros e auxiliares, dentistas e profissionais de limpeza em ambiente hospitalar. Ou seja, é direito de todo o trabalhador exposto aos riscos biológicos, pouco importando a profissão.

(o texto continua abaixo do vídeo)

A aposentadoria especial para a área da saúde é uma conquista destes profissionais. Entretanto, essa conquista pode ser muito prejudicada pela Reforma da Previdência que vem aí.

Portanto, é importante se informar e saber no seu caso específico o que deve ser feito.

(o texto continua após a imagem)

De acordo com a legislação previdenciária, tem direito à aposentadoria especial da área da saúde o profissional cujo ambiente de trabalho o expõe a riscos biológicos. Mas não é só. Trataremos em outras postagens sobre outros agentes que dão direito à aposentadoria especial da área da saúde, como a radiação e agentes químicos.

Mas afinal, quais são as principais vantagens da aposentadoria especial da área da saúde?

A aposentadoria especial possui diversas vantagens. Por exemplo, as duas principais são:

  • o profissional aposenta antes (com apenas 25 anos de trabalho);
  • não há a incidência do fator previdenciário no cálculo da aposentadoria (que, na prática, é um redutor do valor do benefício).

Ou seja, a aposentadoria especial da área da saúde proporciona uma aposentadoria antecipada e com valor maior!

Além disso, não há idade mínima. Basta que o profissional tenha 25 anos de trabalho comprovados na área da saúde e então terá o direito do benefício da aposentadoria especial.

Todavia, não basta chegar no INSS e solicitar a sua aposentadoria especial. Primeiramente, para conseguir conquistar esse direito, você precisa ter em mãos todos os documentos que comprovem o seu direito. Sem eles, o INSS vai negar a sua aposentadoria. E, no nosso dia a dia, é esse o principal motivo que vemos os profissionais da saúde não conseguirem sua aposentadoria especial.

Por isso, estamos preparando um novo material para orientar exatamente sobre os documentos indispensáveis para conseguir a aposentadoria especial da área da saúde.

Se acaso você tem dúvidas em relação ao seu direito à aposentadoria especial, clique na imagem abaixo para saber mais. Agora, se você já se aposentou mas não conseguiu a aposentadoria especial, clique abaixo para nos contar seu caso e verificarmos se é viável converter sua aposentadoria comum em aposentadoria especial. Muitas vezes isso é possível!

Além disso, nos diga abaixo outros temas de seu interesse para que possamos fazer novos materiais sobre a aposentadoria especial. Para saber mais informações sobre a aposentadoria especial, acompanhe nossas postagens. Você pode também conhecer mais sobre a aposentadoria especial no nosso texto APOSENTADORIA ESPECIAL: SAIBA SE VOCÊ TEM DIREITO.

consulta
Inscreva-se no nosso canal do Youtube para saber mais sobre os seus direitos

APOSENTADORIA ESPECIAL DA ÁREA DA SAÚDE: VOCÊ SABE SOBRE ESSE DIREITO?

129 ideias sobre “APOSENTADORIA ESPECIAL DA ÁREA DA SAÚDE: VOCÊ SABE SOBRE ESSE DIREITO?

  • Avatar
    9 de abril de 2019 em 09:48
    Permalink

    bom dia sou funcionário publico da saúde de estado de goias foi efetivado em 13/11/1984
    preciso saber se já posso me aposentar tenho 55 anos e 34 anos de contribuição e alguns meses

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:20
      Permalink

      Olá José!

      Pode ser que sim. Verifique no local apropriado, pois a aposentadoria especial também é devida ao servidor.

      Resposta
      • Avatar
        30 de maio de 2020 em 16:21
        Permalink

        Ola boa tarde sou uma TEC enfermagem tenho 49 anos de idade 22anos e meio de profissão trabalho em um hospital filantrópico dei entrada nos papéis de aposentadoria com 47 anos foi antes da reforma foi indeferido quero saber qual a minha c ondições de aposentadoria se faltar dois anos e meio p completar 25 anos de

        Resposta
        • Denis Coltro
          1 de junho de 2020 em 07:43
          Permalink

          Bom dia Rosely.

          Não dá para pedir a aposentadoria especial antes de completar os 25 anos. a não ser que queria apenas já configurar esses 22 anos e meio como especiais.

          Resposta
          • Avatar
            17 de junho de 2020 em 17:19
            Permalink

            Boa tarde !!! Meu nome e Lilian,Sou asb trabalho há 16 anos de carteira assinada ,entrei de férias dia 04/12/2018 dia 05/12/2018 eu tive um infarto fiz cateterismo e coloquei um estend ,depois que completei as minhas férias voltei a trabalhar até hoje ,só que me sinto muito cansada ,estafada tomo 8 comprimidos por dia ,tenho 52 anos ,no meu trabalho são três escadas e cada escada são de 16 degraus . Será que eu poderia me aposentar? e sou hipertensa 😞

          • Denis Coltro
            18 de junho de 2020 em 10:55
            Permalink

            Lilian, bom dia!

            Tem que demonstrar sua incapacidade total e permanente para as atividades de trabalho.

            Se tiver isso, pode sim tentar se aposentar.

          • Avatar
            15 de julho de 2020 em 22:01
            Permalink

            Ola meu nome e edmar flores sou tecnica de enfermagem, e mim formei em 92 e comecei a trabalhar em uma associacao de mae solteiras e depois passei a trabalhar em hospitais esses anos todos q tenho.ja dava pra mim , mim aposentar so q qdo trabalhei na associacao de maes solteiras nao era carteira assinada, e nem depositava o inss, tem alguma coisa que pode fazer pra mim conseguir essa aponsentadoria

          • Denis Coltro
            16 de julho de 2020 em 12:46
            Permalink

            Boa tarde!!!

            Nesse que não tem na Carteira precisa de reconhecimento na justiça do trabalho. E ai sim, pode verificar as questões previdenciárias.

    • Avatar
      16 de abril de 2020 em 16:08
      Permalink

      Boa tarde! minha dúvida é quanto o valor da aposentadoria, trabalho na Vigilância Sanitária Municipal sou concursado desde de 1991 recebo 20% de insalubridade,a Prefeitura tem regime próprio mas eles não aceitam o valor integral do último salário,dizem que ter que ser pela média qual seria o caminho certo? Obrigado Amigo Obs tenho 64 anos

      Resposta
      • Denis Coltro
        28 de abril de 2020 em 09:32
        Permalink

        Nesse caso seria entrar na justiça após a concessão do benefício. Tem teses revisionais.

        Resposta
    • Avatar
      1 de julho de 2020 em 14:50
      Permalink

      Boa tarde, sou agente de saúde , tenho 19 anos de trabalho como tal, estou doente e continuo trabalhando mesmo assim, tenho duas hérnia de disco, esporão de calcanhar, artrose nos tornozelos e joelhos , artrose na coluna cervical, tendinite nos ombros, fibromilgia, fui no advogado do sindicato da categoria aqui em minha cidade e não consegui aposentadoria, passei com o médico da medicina do trabalho e também não conseguir , já pensei em pedir exoneração, pois já não estou aguentando mais, o devo fazer para conseguir mim aposentar? Se poder mim ajudar meio e-e-mail é bilisc@hotmail.com , Obrigada.

      Resposta
        • Avatar
          2 de julho de 2020 em 18:09
          Permalink

          Boa noite, como analisar minha documentação, como isso pode ser feito ?

          Resposta
  • Avatar
    23 de abril de 2019 em 21:11
    Permalink

    Fabricava sorvete de massa por 4 anos. A máquina tinha muito ruído e tinha LÂMINAS para “bater ” a massa. ALTA PERICULOSIDADE. Um dia, limpando a máquina, a hélice pegou minha mão direita. Foi um ferimento feio. Mas não érdi o movimento da mão. Isso gera antecipação da aposentadoria? Eu trabalhava sozinha e tinha 18 anos. Porém não tenho nenhum documento que comprove isso, além do Registro em Carteira. Depois trabalhei 4 anos em recepção de laboratório onde recebia amostras de materiais biológicos sem luvas nem máscaras. Recebia alí mesmo no balcão. E só deixamos de receber o dia que um vidro de maionese cheinho de fezes estourou e espirrou tudo na minha amiga. Por último trabalhei como Aux. de Enfermagem por 8 anos e como Enfermeira por 17 anos. Estou com 50 anos agora. Acha que já posso aposentar em qual Regime da Previdência? Entre em contato comigo por favor? Obrigada.

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:42
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Resposta
  • Avatar
    6 de maio de 2019 em 20:49
    Permalink

    Sou da area de saude tenho 27anos de em emergemcia so 25 concursada e55anos de idade posso me aposenta com aposentadoria especial, qual seria meu salario.

    Resposta
    • Avatar
      10 de maio de 2019 em 20:22
      Permalink

      Olá Edleusa!
      Para saber o valor da sua aposentadoria seria necessário saber todos os valores sobre os quais você contribuiu.
      Será necessário também ter os PPP para comprovar o tempo especial.
      Se quiser (e não tendo algum advogado cuidando do seu caso), pode nos enviar detalhes do seu caso através do link abaixo (nele é possível expor seus dados e informações com maior grau de sigilo):
      http://lucastubino.rds.land/consultaprevidenciaria
      Obrigado!

      Resposta
      • Avatar
        7 de agosto de 2019 em 19:11
        Permalink

        Sou tecnica de enfermagem fiz a contagem no INSS e tenho 22 trabalhadas na área , teria de algum jeite eu aposentar antes da reforma? , estava lendo um artigo que cada ano trabalhado pode ser multiplicado 1, 2para mulher,se for assim tem como conseguir a aposentadoria?

        Resposta
        • Lucas Tubino
          18 de setembro de 2019 em 17:07
          Permalink

          Olá Sheila!
          Para a aposentadoria especial é necessário atingir os 25 anos de trabalho especial (sem conversões).
          Portanto, neste caso, é realmente preciso atingir os 25 anos de trabalho especial.
          Qualquer dúvida, nos pergunte!

          Resposta
          • Avatar
            15 de novembro de 2019 em 20:43
            Permalink

            Eu tenho 27 anos de contribuição e 59 anos de idade 4 anos de PPP em quando aposentadoria por invalidez Qual é o meu caso dá certo

          • Denis Coltro
            5 de março de 2020 em 17:52
            Permalink

            Olá, tudo bem?

            Que prazer receber sua dúvida.

            Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

            Agora com a Reforma tem regras de transição:

            Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
            I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
            II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
            III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

            Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

            Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

      • Avatar
        3 de outubro de 2019 em 09:49
        Permalink

        Tenho 47 de idade, estou na área de enfermagem há 25 anos, não contribuir os primeiros 10 anos. Só tenho 15 de contribuicao. Em clínica médica cirúrgica. Muito riscos biologicos. Posso pedir minha aposentadoria?

        Resposta
        • Denis Coltro
          5 de março de 2020 em 17:39
          Permalink

          Olá, tudo bem?

          Que prazer receber sua dúvida.

          Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

          Agora com a Reforma tem regras de transição:

          Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
          I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
          II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
          III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

          Resposta
      • Avatar
        9 de outubro de 2019 em 00:04
        Permalink

        Olá, tenho 55 anos, sou técnica administrativa na área da saúde pública do estado, de 20 anos dez são na função de arquivo médico hospitalar, me enquadro na aposentadoria especial?

        Resposta
        • Denis Coltro
          5 de março de 2020 em 17:50
          Permalink

          Olá, tudo bem?

          Que prazer receber sua dúvida.

          Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

          Agora com a Reforma tem regras de transição:

          Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
          I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
          II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
          III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

          Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

          Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

          Resposta
      • Avatar
        26 de outubro de 2019 em 19:54
        Permalink

        Tenho 40 anos e 20 anos trabalhando com enfermeira. Quando me aposento com a reforma da previdência ? Como será a transição.?

        Resposta
        • Denis Coltro
          5 de março de 2020 em 17:52
          Permalink

          Olá, tudo bem?

          Que prazer receber sua dúvida.

          Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

          Agora com a Reforma tem regras de transição:

          Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
          I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
          II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
          III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

          Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

          Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

          Resposta
      • Avatar
        2 de março de 2020 em 17:44
        Permalink

        Trabalho há 18 anos como atende de farmácia,só q sou efetiva como atendente de saúde,gostaria de saber se tenho direito a aposentadoria especial.

        Resposta
        • Denis Coltro
          5 de março de 2020 em 17:44
          Permalink

          Olá, tudo bem?

          Que prazer receber sua dúvida.

          Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

          Agora com a Reforma tem regras de transição:

          Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
          I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
          II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
          III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

          Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

          Resposta
      • Avatar
        8 de junho de 2020 em 22:39
        Permalink

        Olá, boa tarde. Sou técnica de enfermagem, fiz a cotagem do INSS e tenho 25 anos e 3 meses de coibuição e 46 anos.
        Consigo me aposentar?

        Resposta
        • Denis Coltro
          11 de junho de 2020 em 15:02
          Permalink

          OLÁ!!!

          DEPENDE DE QUANDO FOI QUE IMPLEMENTOU OS 25 ANOS DE ATIVIDADE. POIS APÓS 13/11/19, TERÁ QUE COMPLETAR A PONTUAÇÃO DE 86 PONTOS. SOMANDO A IDADE E SUAS CONTRIBUIÇÕES.

          SUGIRO QUE JÁ PEGUE O PPP, PARA COMPROVAR TODOS ESSES ANOS DE ATIVIDADE CCOM

          Resposta
    • Avatar
      8 de julho de 2019 em 23:06
      Permalink

      Boa noite sou tec de enfermagem tenho 27 anos de idade, e farei 25 anos de contribuição em 2020, como conseguir aposentadoria especial?

      Resposta
      • Denis Coltro
        5 de março de 2020 em 17:42
        Permalink

        Olá, tudo bem?

        Que prazer receber sua dúvida.

        Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

        Agora com a Reforma tem regras de transição:

        Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
        I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
        II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
        III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

        Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

        Resposta
    • Avatar
      26 de julho de 2019 em 00:00
      Permalink

      Sou Denise fisioterapeuta ,trabalhei 18 anos na UTI, tenho 24 anos,4meses,22 dias de contribuição.
      Foi descontado o INSS em 2 serviços durante 17 anos.
      Eu tenho direito em aposentar ?
      Recebo o valor máximo?

      Resposta
      • Denis Coltro
        5 de março de 2020 em 17:44
        Permalink

        Olá, tudo bem?

        Que prazer receber sua dúvida.

        Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

        Agora com a Reforma tem regras de transição:

        Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
        I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
        II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
        III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

        Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

        Resposta
  • Avatar
    9 de maio de 2019 em 22:29
    Permalink

    Agente de endemias tem direito a aposentadoria especial?

    Resposta
    • Avatar
      10 de maio de 2019 em 18:39
      Permalink

      Olá Mirian!
      Obrigado pela mensagem!
      É necessário que você providencie os PPP junto ao empregador.
      Caso conste no PPP o risco a agentes biológicos, então poderemos enquadrar como tempo especial.
      Se quiser (e não tendo algum advogado cuidando do seu caso), pode nos enviar detalhes do seu caso através do link abaixo (nele é possível expor seus dados e informações com maior grau de sigilo):
      http://lucastubino.rds.land/consultaprevidenciaria
      Obrigado!

      Resposta
      • Avatar
        1 de novembro de 2019 em 07:31
        Permalink

        Sou diretor de um posto de saude, que trata de vacinas, medicações , curativos, atendimentos diversos, tenho direito a aposentadoria especial

        Resposta
        • Denis Coltro
          5 de março de 2020 em 17:49
          Permalink

          Olá, tudo bem?

          Que prazer receber sua dúvida.

          Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

          Agora com a Reforma tem regras de transição:

          Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
          I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
          II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
          III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

          Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

          Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

          Resposta
      • Avatar
        26 de dezembro de 2019 em 18:35
        Permalink

        Boa tarde! Gostaria de saber sobre aposentadoria no meu caso trabalho no setor hospital sou técnico de imobilização ortopédicas já há 16 anos e também trabalho em empresa de resgate como socorrista já há 5 anos no hospital ganho insalubridade de 40% e no resgate 20% eu tenho direito a aposentadoria especial ao completar 25 de trabalho?

        Resposta
        • Denis Coltro
          5 de março de 2020 em 17:52
          Permalink

          Olá, tudo bem?

          Que prazer receber sua dúvida.

          Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

          Agora com a Reforma tem regras de transição:

          Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
          I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
          II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
          III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

          Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

          Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

          Resposta
    • Avatar
      25 de junho de 2019 em 21:16
      Permalink

      Boa noite trabalho como agente de saúde a 13 anos , no tempo que entrei foi por processo seletivo e continuo até hj. Gostaria de saber se tenho algum direito , como ferias porque nunca tive . E com o tempo de trabalho que ja tenho a prefeitura pode me mandar pra rua uma hr pra outra ou tenho algum direito . Meu contrato sempre e renovado a cada ano. Obr.

      Resposta
      • Denis Coltro
        5 de março de 2020 em 17:43
        Permalink

        Olá, tudo bem?

        Que prazer receber sua dúvida.

        Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

        Agora com a Reforma tem regras de transição:

        Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
        I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
        II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
        III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

        Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

        Resposta
    • Avatar
      6 de julho de 2019 em 21:45
      Permalink

      Tenho 15anos de doméstica e 10 de técnica em enfermagem eu tenho direito a aposentadoria especial…ah tenho 52 anos de idade

      Resposta
      • Lucas Tubino
        8 de julho de 2019 em 13:49
        Permalink

        Olá!
        Não somente há direito à aposentadoria especial com 25 anos de trabalho especial.
        Portanto, no seu caso, precisaria trabalhar mais 15 anos em atividade especial.
        No entanto, isso pode mudar (e no seu caso, para pior) com a Reforma da Previdência.
        Fique atenta às mudanças da Reforma.

        Resposta
        • Avatar
          21 de agosto de 2019 em 11:19
          Permalink

          Olá,eu trabalhei 3 anos sem carteira assinada na área da saúde no setor de enfwrmagem,e já tenho 23 de assinada como auxiliar de enfermagem.Como faço pra agregar esse tempo pra poder me aposentar?

          Resposta
          • Denis Coltro
            5 de março de 2020 em 17:40
            Permalink

            Olá, tudo bem?

            Que prazer receber sua dúvida.

            Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

            Agora com a Reforma tem regras de transição:

            Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
            I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
            II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
            III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.
            Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      • Avatar
        20 de julho de 2019 em 15:01
        Permalink

        Tenho 28 na saúde o juiz determinou que a prefeitura de paulista pe entrega o PPP posso da entrada para miaposenta especial

        Resposta
          • Avatar
            12 de setembro de 2019 em 04:15
            Permalink

            Bom Dia!!!Dr sou farmacêutica e trabalho a 23 no horário noturno ,e 2 durante o dia eu como profissional da saúde tenho direito a aposentadoria especial ..

          • Lucas Tubino
            12 de setembro de 2019 em 22:16
            Permalink

            Olá !
            Provavelmente você tem direito sim.
            Para isso, você precisa comprovar a exposição a agentes insalubres e/ou perigosos por pelo menos 25 anos de trabalho.
            Essa comprovação é feita através do PPP.
            Portanto, providencie o PPP de todas as empresas e períodos que trabalhou.
            Se quiser, podemos avaliar os seus documentos. Se houver interesse, peço que acesse o seguinte link e informe seus dados: https://materiais.lucastubino.adv.br/consultaprevidenciaria
            Obrigado!

      • Avatar
        4 de setembro de 2019 em 00:16
        Permalink

        Trabalhei 10 anos como secretária, no setor de Radioterapia e 2 anos com Radioterapia e Quimioterapia, totalizando os 12 Anos, tenho direito a aposentadoria especial, quando chegar para me aposentar, tenho 40 anos

        Resposta
        • Lucas Tubino
          6 de setembro de 2019 em 14:27
          Permalink

          Olá!
          Você precisa comprovar a exposição ou risco de exposição a agentes nocivos. Isso é feito através do PPP.
          Portanto, providencie o PPP. De qualquer modo, você precisará atingir ao menos 25 anos de tempo especial para conseguir a aposentadoria especial.

          Resposta
      • Avatar
        1 de novembro de 2019 em 19:56
        Permalink

        Boa noite sou Técnica de enfermagem tenho 24 anos e 7 meses de contribuição posso dar entrada na aposentadoria especial

        Resposta
        • Denis Coltro
          5 de março de 2020 em 17:49
          Permalink

          Olá, tudo bem?

          Que prazer receber sua dúvida.

          Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

          Agora com a Reforma tem regras de transição:

          Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
          I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
          II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
          III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

          Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

          Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

          Resposta
      • Avatar
        21 de janeiro de 2020 em 14:17
        Permalink

        Eu tenho 58 anos e 15 de contribuição eu posso me aposentar

        Resposta
        • Denis Coltro
          5 de março de 2020 em 17:44
          Permalink

          Olá, tudo bem?

          Que prazer receber sua dúvida.

          Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

          Agora com a Reforma tem regras de transição:

          Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
          I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
          II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
          III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

          Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

          Resposta
      • Lucas Tubino
        20 de agosto de 2019 em 18:22
        Permalink

        O PPP é o Perfil Profissiográfico Previdenciário. Ele é o formulário padrão do INSS em que o empregador informa todas as condições de trabalho do empregado e, assim, comprova-se o trabalho especial perante o INSS.
        Sem o PPP fica muito difícil a comprovação do tempo especial para fins de aposentadoria especial.

        Resposta
        • Denis Coltro
          5 de março de 2020 em 17:49
          Permalink

          Olá, tudo bem?

          Que prazer receber sua dúvida.

          Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

          Agora com a Reforma tem regras de transição:

          Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
          I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
          II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
          III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.
          Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

          Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

          Resposta
  • Avatar
    16 de maio de 2019 em 16:38
    Permalink

    Olá boa tarde!
    Gostaria de saber o que muda com a Reforma da Previdência no caso de contribuição durante 19 anos na área de saúde.
    Obrigada!

    Resposta
  • Avatar
    21 de maio de 2019 em 10:54
    Permalink

    Bom dia! Minha dúvida é a seguinte: a cada cinco anos trabalhado terei direito a um ano a mais? No meu caso, tenho 22 anos trabalhado na área hospitalar. Já posso dar entrada na aposentadoria especial? Obrigada.

    Resposta
    • Avatar
      22 de maio de 2019 em 18:08
      Permalink

      Olá Thelma!
      Você precisa atingir 25 anos de área hospitalar para dar entrada no seu pedido de aposentadoria.
      No entanto, caso tenho trabalho em outras áreas, além dos 22 anos em área hospitalar, pode fazer a soma de tempos.

      Resposta
  • Avatar
    11 de junho de 2019 em 21:15
    Permalink

    Olá! Sou profissional da área da Saúde desde maio/1988. Tenho 54 anos , sou readaptada, com 31 anos de contribuição municipal, porém apenas 24 anos de efetivo exercício, devido a várias intercorrências médicas que me obrigaram a licenciar-me para tratamento de saúde. Hoje , me deparo com a impossibilidade de aposentar-me, por conta da vacância dessas licenças. Desde 2002 tenho a adicional de insalubridade vinculado ao hollerith. Será que as regras para a aposentadoria especial poderiam me favorecer? Agradeço sua atenção.

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:43
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Resposta
  • Avatar
    14 de junho de 2019 em 11:02
    Permalink

    Bom dia, gostaria de saber se os direitos de hospitais são os mesmos de posto de saúde.

    Resposta
  • Avatar
    3 de julho de 2019 em 17:48
    Permalink

    oi boa tarde sou auxiliar administrativo de um hopsital recebo insalubridade tenho 25 anos de serviço tenho direito a aposentadoria especial ?

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:43
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Pode ser que sim.

      Resposta
  • Avatar
    5 de julho de 2019 em 09:16
    Permalink

    Bom dia trabalho na área administrativa desde 2003 já tenho 22 anos trabalhado tenho 41 anos eu recebo insalubridade tenho alg benefício

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:42
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Resposta
  • Avatar
    5 de julho de 2019 em 16:48
    Permalink

    OLá. Fiquei muito interessado pelo seu post.Vou acompanhar ! Seu blog é TOP. Este tipo de conteúdo tem me agregado muito conhecimento.Grato !

    Resposta
  • Avatar
    11 de julho de 2019 em 08:39
    Permalink

    Olá sou técnico de Enfermagem e começei trabalhando em hospital em 2006 com 19 anos, como que fica minha aposentadoria agora com a reforma da previdência?com qual idade vou poder me aposentar?

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:44
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Resposta
  • Avatar
    15 de julho de 2019 em 10:26
    Permalink

    bom dia, trabalho 22 anos e 8 meses em clinica medica função técnica poligrafo exames noturnos e ( 3 anos e 8 meses em outras funções eu consigo me aposentar o total esta ja com as diversas funções 26 anos e 6 meses )

    Resposta
  • Avatar
    17 de julho de 2019 em 11:45
    Permalink

    Bom dia me chamo Alex . Sou tec de enfermagem tenho 19 anos na área de saúde. Trabalho no centro cirúrgico. Corremos risco com radioatividade. Agentes biológicos e químicos. A rede dor tirou nosso dosimetro.

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:44
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Resposta
  • Avatar
    17 de julho de 2019 em 14:01
    Permalink

    Boa tarde, sou proprietária de laboratório de análises clínicas e trabalhei nele como bioquímica responsável técnica por mais de 25 anos e contribuí para o INSS esse tempo todo, será que tenho direito a essa aposentadoria especial? Obrigada.

    Resposta
  • Avatar
    28 de julho de 2019 em 08:07
    Permalink

    Tenho 25 de trabalho na área da saúde só que tenho auxílio maternidade gostaria de saber se posso dar entrada na minha aposentadoria especial ou isso atrapalha eu dar entrada obg

    Resposta
  • Avatar
    4 de agosto de 2019 em 19:20
    Permalink

    Boa noite vou completar 25 anos de trabalho em maio do ano que vem será que já posso dar entrada na minha aposentadoria ou tenho que esperar mesmo o tempo de 25 anos, ou vou cair na lei nova.

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:40
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.
      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Resposta
  • Avatar
    12 de agosto de 2019 em 05:58
    Permalink

    TENHO 18 ANOS NA ÁREA DA SAÚDE E, DEMAIS REGISTROS COMO PROFESSORA E OUTROS TAMBÉM SOMANDO CHEGA 25 ANOS SERA QUE COM OS PPP CONSIGO ME APOSENTAR?

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:40
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.
      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Resposta
  • Avatar
    21 de agosto de 2019 em 11:23
    Permalink

    Olá,eu trabalhei 3 anos sem carteira assinada na área da saúde no setor de enfwrmagem,e já tenho 23 de assinada como auxiliar de enfermagem.Como faço pra agregar esse tempo pra poder me aposentar?

    Resposta
    • Lucas Tubino
      21 de agosto de 2019 em 12:29
      Permalink

      Olá Maria de Fátima!
      O correto é ingressar com uma ação para reconhecer o vínculo de emprego neste período em que houve o trabalho sem carteira assinada.
      Quanto tempo faz que você trabalhou neste emprego sem registro?

      Resposta
      • Avatar
        28 de agosto de 2019 em 16:41
        Permalink

        Boa tarde,foram 3 anos sem carteira assinada,comecei em Abril de 1993 e só tive a carteira assinada em Abril de 1996

        Resposta
    • Avatar
      22 de agosto de 2019 em 18:22
      Permalink

      Boa noite
      Sou en fermeira há 25 anos, trabalhei tb como tecnica em laboratórios. Trabalhei tb como professora e tive outros trabalhis.Falta 1 ano 1 mês e 13 dias , que completará em Agosto de 2020 para eu aposentar por tempo de serviço.
      Minha dúvida.Eu entro nas regras atuais? Tenho como antecipar de alguma forma? So aceito se gor integral. Nao tenho intetesse de outra forma. Com o fator previdenciário (Não entendo )

      Rosana Costa.

      Resposta
      • Denis Coltro
        5 de março de 2020 em 17:50
        Permalink

        Olá, tudo bem?

        Que prazer receber sua dúvida.

        Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

        Agora com a Reforma tem regras de transição:

        Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
        I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
        II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
        III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

        Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

        Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

        Resposta
  • Avatar
    29 de agosto de 2019 em 17:03
    Permalink

    E o meu empregador se nega a me dá os documentos que faltam pra comprovar o vinculo desses 3 anos,segundo ele pq ñ pode se prejudicar.

    Resposta
    • Avatar
      31 de agosto de 2019 em 22:35
      Permalink

      O que eu faço,preciso de uma orientação jurídica.

      Resposta
      • Avatar
        16 de setembro de 2019 em 21:24
        Permalink

        Olá, esperando respostas

        Resposta
    • Avatar
      16 de setembro de 2019 em 21:26
      Permalink

      Kd minhas respostas?

      Resposta
  • Avatar
    30 de agosto de 2019 em 17:13
    Permalink

    Fiquei Muito Interessado pelo seu post.Vou acompanhar seu Blog que é muito bom. É TOP ! Esse tipo de conteúdo tem me agregado muito conhecimento.Grato !

    Resposta
  • Avatar
    12 de setembro de 2019 em 05:45
    Permalink

    Aposentadoria espacial:trabalhei em laboratório privado e agora estou no municipal o tempo é somado ?como posso pegar o Ppp da rede privada? Obrigada

    Resposta
    • Lucas Tubino
      12 de setembro de 2019 em 22:19
      Permalink

      Olá Erica!
      O primeiro passo é entrar em contato com o Departamento Pessoal das empresas em que trabalhou.
      A segunda solução é, caso não obtenha sucesso no passo acima, enviar um email ou telegrama com aviso de recebimento para o Departamento Pessoal e faça a solicitação (esse passo é importante, pois você precisa comprovar que tentou buscar o PPP caso tenha que buscar a terceira solução).
      A terceira solução é buscar um advogado para fazer um pedido judicial perante a empresa. Entrar com uma ação judicial para este fim é muito raro mas, se for o caso, deve ser feita.
      Obrigado!

      Resposta
  • Avatar
    16 de setembro de 2019 em 18:24
    Permalink

    boa tarde! trabalhei 15 anos em laboratório de analises clinicas de carteira assinada e um periodo sem carteira assinada de 1992 a 1996 quando assinou de novo e mais 10 anos em farmacia comercial como farmacêutico. posso da entrada na aposentadoria especial.

    Resposta
    • Lucas Tubino
      17 de setembro de 2019 em 22:25
      Permalink

      Olá Fernando!
      Em primeiro lugar você vai precisar providenciar todos os seus PPP (para isso você deve solicitá-los perante todos os empregadores).
      Com eles em mãos, devemos então fazer uma análise para ver se é possível enquadrar suas atividades como especial.

      Se quiser, e por se tratar de um meio com maior grau de sigilo, pode enviar seus dados através do seguinte link: https://materiais.lucastubino.adv.br/consultaprevidenciaria

      Assine nosso canal no Youtube. Clique no link a seguir:
      https://www.youtube.com/channel/UCl7-QmjlxzxQh2ya8tfBckA?sub_confirmation=1

      Obrigado!

      Resposta
    • Avatar
      11 de outubro de 2019 em 05:11
      Permalink

      Trabalho na saude como tecnico em enfermagem, deste 1994 ate dias atuais contribuindo INSS sera que dar pra aposentar?quero saber o que é PPP?

      Resposta
      • Denis Coltro
        5 de março de 2020 em 17:51
        Permalink

        Olá, tudo bem?

        Que prazer receber sua dúvida.

        Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

        Agora com a Reforma tem regras de transição:

        Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
        I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
        II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
        III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

        Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

        Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

        Resposta
  • Avatar
    30 de setembro de 2019 em 17:17
    Permalink

    Boa tarde! Sou Técnica de Laboratório, com 21 anos trabalhados, fui informada que não preciso ter 25 anos, gostaria de saber se é verídico, e se o cálculo é feito desta forma. A cada 5 anos tenho direito a 1,2 meses, confere? É isso mesmo?

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:39
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Resposta
  • Avatar
    9 de outubro de 2019 em 14:22
    Permalink

    trabalhiei 10,5 meses em hospital(biologico) e 2,3 meeses em metalurgica(fisico) e 15 anos sem insalubre , tenho 50 anos , tenho direito a proporcional.

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:50
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

      Resposta
  • Avatar
    12 de outubro de 2019 em 13:26
    Permalink

    Boa tarde,Completo 60 anos em novembro,Comecei à trabalhar com 18 anos,tenho 27 anos de contribuição, sendo que nos últimos 12 anos sou agente comunitária de saúde,qual minha melhor opção?

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:51
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

      Para isso, precisamos fazer um cálculo.

      Resposta
  • Avatar
    14 de outubro de 2019 em 14:52
    Permalink

    Trabalho há 17 anos como atendente de saúde na farmácia básica da unidade de saúde da minha cidade,tenho direito a aposentadoria especial

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:50
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

      Resposta
  • Avatar
    21 de outubro de 2019 em 13:46
    Permalink

    O tempo de contribuição e igual para ambos os sexos?
    25 anos?

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:50
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

      Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:52
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

      Resposta
  • Avatar
    16 de novembro de 2019 em 19:46
    Permalink

    Boa tarde,
    trabalhei 24 anos em clínica médica, nas funções de recepcionista, auxiliar de exames e supervisora da clínica. Trabalhei mais 1 ano e meio em outro local que não tem atividades insalubre. É possível a aposentadoria especial nesse caso?
    Obrigada

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:52
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Sugiro que busque o PPP no RH no hospital ou clinica, para que consiga comprovar o tempo de trabalho com a insalubridade/periculosidade.

      Resposta
  • Avatar
    21 de novembro de 2019 em 19:52
    Permalink

    Tenho 20 anos na área hospitalar, perderei o direito da especial?

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:45
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Resposta
  • Avatar
    28 de novembro de 2019 em 11:16
    Permalink

    Bom dia!
    Tenho 20 anos na área de Enfermagem e 5 anos em área administrativa, na contagem 24 anos e 10 meses…tenho 50 anos.
    Posso recolher o q falta para completar 25 anos?
    Os 05 anos são convertidos em especial?
    Como faço para adquirir o PPP de um hospital que encerrou suas atividades?

    Obrigada!

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:45
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Resposta
  • Avatar
    29 de novembro de 2019 em 00:07
    Permalink

    Olá, tenho 48anos e 20 anos como tec. De enfermagem e 3 anos no comércio ,tenho direito a aposentadoria especial?

    Resposta
    • Denis Coltro
      5 de março de 2020 em 17:45
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Que prazer receber sua dúvida.

      Bom, a aposentadoria especial da área da enfermagem somente será concedida com as contribuições por pelo menos 25 anos.

      Agora com a Reforma tem regras de transição:

      Art. 21. O segurado ou o servidor público federal que se tenha filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ingressado no serviço público em cargo efetivo até a data de entrada em vigor desta Emenda Constitucional cujas atividades tenham sido exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, vedada a caracterização por categoria profissional ou ocupação, desde que cumpridos, no caso do servidor, o tempo mínimo de 20 (vinte) anos de efetivo exercício no serviço público e de 5 (cinco) anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, na forma dos arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, poderão aposentar-se quando o total da soma resultante da sua idade e do tempo de contribuição e o tempo de efetiva exposição forem, respectivamente, de:
      I – 66 (sessenta e seis) pontos e 15 (quinze) anos de efetiva exposição;
      II – 76 (setenta e seis) pontos e 20 (vinte) anos de efetiva exposição; e
      III – 86 (oitenta e seis) pontos e 25 (vinte e cinco) anos de efetiva exposição.

      Sim, é isso mesmo. E a conversão da atividade especial para comum será até o dia 13/11/2019.

      Resposta
  • Avatar
    18 de janeiro de 2020 em 14:23
    Permalink

    Trabalho há 18 anos na área de saúde recepção e admiatrativo posso me aposentar com vinte e cinco também?

    Resposta
  • Avatar
    18 de abril de 2020 em 08:07
    Permalink

    Sou agente de saúde da família, sou estatutário e neste ano de 2020 vou completar 22 anos de cargo efetivo na mesma função, fui nomeado por meio de concurso público, em 22 de agosto de 1998, e desde a minha nomeação recebo 20% de insalubridade no contracheque. Tenho direito a aposentadoria especial?

    Resposta
    • Denis Coltro
      28 de abril de 2020 em 09:31
      Permalink

      Bom dia!

      No RPPS, que é seu regime de previdência, pode ser que consiga apenas na justiça.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *