Compartilhar nas Redes Sociais

Saiba os caminhos a tomar se o INSS indeferiu a sua aposentadoria especial.

Se aposentadoria especial foi indeferida ou concedida como aposentadoria comum (de menor valor), pode ser necessário ingressar com recurso ou ação judicial.

Antes de mais nada, cabe esclarecer que, se ela foi deferida, ainda assim é importante analisar a sua documentação para verificar se os cálculos estão corretos. Para isso, procure um advogado previdenciário.

(o texto continua após a imagem)

Aposentadoria Especial foi indeferida
Aposentadoria Especial foi indeferida

No entanto, se a aposentadoria foi indeferida ou foi concedida como aposentadoria comum, há dois caminhos. Em primeiro lugar é fazer um recurso dentro do próprio INSS. O outro é ingressar com uma ação na Justiça.

Para avaliar caso a caso, nesse momento é importante o auxílio de um advogado especialista na área previdenciária. No momento em que houve o indeferimento da aposentadoria especial, a discussão passa a ser bem mais complexa. Portanto, a partir daí, não recomendamos que você tente recorrer sem auxílio de advogado.

(o texto continua abaixo do vídeo)

Aqui cabe uma orientação importante: se o INSS conceder uma Aposentadoria por Tempo de Contribuição (que é a Aposentadoria Comum), antes de sacar o primeiro pagamento e o FGTS, converse um advogado especialista em Previdência. Há casos em que é melhor desistir do benefício, contribuir mais algum tempo e dar nova entrada. Se você sacar o primeiro benefício ou o FGTS em razão da aposentadoria, não há mais como voltar atrás.

Vale a pena fazer recurso administrativo perante o próprio INSS?

Pela legislação, o recurso administrativo (que é feito dentro do próprio INSS) pode ser feito diretamente pelo interessado, sem advogado. Contudo, é recomendável contar com um advogado, pois a discussão é bastante técnica e exigir conhecimento das normas do INSS.

Outra saída é ingressar com uma ação judicial contra o INSS. Em alguns casos que o advogado já sabe que o recurso administrativo não será favorável e, assim, ao invés de gastar tempo com este recurso, já opta por ingressar na Justiça.

É importante lembrar: como todos sabemos, a Justiça é lenta e um processo como este pode demorar. No entanto, se a Justiça reconhecer o seu direito, é possível o recebimento de valores atrasados, devidamente corrigidos e com juros.

Mesmo com a demora, receber uma Aposentadoria Especial será muito mais vantajoso. Sua renda será maior e haverá a possibilidade de receber valores em atraso! Portanto, se a sua aposentadoria especial foi indeferida, não desista!

Se acaso você ficou com alguma dúvida, clique na imagem abaixo e conte o seu caso.

advogado previdenciário
Consulte-nos!
Inscreva-se no nosso canal do Youtube para saber mais sobre os seus direitos
MINHA APOSENTADORIA ESPECIAL FOI INDEFERIDA. E AGORA?

26 ideias sobre “MINHA APOSENTADORIA ESPECIAL FOI INDEFERIDA. E AGORA?

  • 28 de janeiro de 2019 em 14:34
    Permalink

    O inss não.aceitonmeus ppp com ruidos. De 1988 estava com 87 dcb e de 2017 86,7 dcb. A medica indeferiu. Disse não estar no paramentros doa art. da lei ..que.fazer?

    Resposta
      • 25 de julho de 2020 em 19:04
        Permalink

        Boa noite Dr Lucas Tubino! Meu tio trabalhou em uma industria na área metalúrgica. Aposentou em 2014 em 2018 a aposentadoria dele esta como cancelada. Entrou com um processo para reaver a aposentadoria. Porém, no dia 03/04/2020 ele faleceu. O podemos fazer? Ele era casado e minha tia dependente dele.

        Pode me ajudar?

        Obrigado!

        Resposta
        • 27 de julho de 2020 em 08:55
          Permalink

          Bom dia Wagner!

          Nesse caso precisa descobrir os motivos do cancelamento da aposentadoria do seu tio. Após isso, no caso da sua tia, dar entrada na pensão por morte.

          Resposta
      • 17 de setembro de 2020 em 09:40
        Permalink

        Bom dia Dr comigo aconteceu a mesma coisa …recorri mas foi indeferido e trabalhei na enfermagem por 30 anos…Não sei o q faço. Obrigada. Edna

        Resposta
    • 11 de maio de 2019 em 23:17
      Permalink

      Desde 2003 o inss exige que o o protocolo de medicao de ruidos seja baseado nas normas NHO 01 da FUNDACENTRO, que preconiza mediçao mais elaborada e realista, mas, nao é o unico modo de mediçao de ruidos.

      Resposta
      • 4 de março de 2020 em 14:13
        Permalink

        Olá Roberto!

        A gente sabe, mas na Justiça está do mesmo jeito do INSS. Temos que sempre argumentar o que for melhor ao segurado.

        Resposta
    • 22 de setembro de 2020 em 12:06
      Permalink

      Em 2017 foi indeferido meu benefício aposentadoria especial, ainda consigo recorrer já faz 3 anos

      Resposta
  • 22 de março de 2019 em 16:19
    Permalink

    Dr. Lucas, boa tarde!
    Tenho um dúvida quanto a aposentadoria especial:
    Em 2014 dei entrada com o pedido de aposentadoria especial após laborar mais de 26 anos em ambiente siderúrgico ( mesma empresa). Mesmo com o PPP meu pedido foi negado !
    Entretanto em 2017 entrei com um novo pedido por tempo de contribuição ( 85/95), e utilizei o período tido com especial para completar o período ( X 1,4 ), desta forma a aposentadoria foi concedida, pois a somatória deu 98,6 anos ( Idade+ tempo trabalho).
    Caberia solicitar na justiça o valor referente aos 3 anos entre a negativa da especial e a concessão da por” tempo de contribuição”, tendo em vista que foi contraditória o a negativa, pois não reconheceram o PPP para especial mas aceitaram o tempo especial para conversão para a conversão/concessão da aposentadora por tempo de contribuição!

    Resposta
    • 20 de fevereiro de 2020 em 15:00
      Permalink

      Olá!

      Poderá sim, nesse caso precisa ver os valores da primeira aposentadoria e o novo benefício. As vezes não compensa.

      Resposta
  • 10 de abril de 2019 em 22:37
    Permalink

    Boa noite! Sou advogada e preciso de uma orientação sobre um indeferimento de uma aposentadoria especial de um médico. Como devo proceder?

    Resposta
  • 13 de agosto de 2019 em 10:04
    Permalink

    Bom dia meu pedido de aposentadoria especial foi indeferida,o que posso fazer?

    Resposta
    • 9 de abril de 2020 em 23:38
      Permalink

      Boa noite!!!!Em 2014 eu dei entrada na aposentadoria Especial (Vigilante )O INSS indeferiu e coloquei uma Advogada ela entrou na justiça Federal e durou 5anos e em outubro de 2019 o Juiz reconheceu os períodos especiais e mandou dar entrada em um novo REQUERIMENTO que completou 7 meses neste mês de abril.E hoje dia 9 de Abril eu vi que foi concluído e fiquei super mais super feliz ,pensando que deu tudo certo e quando li deu INDEFERIDO ,ai meu mundo caiu ,estou desempregado a quase um ano e eu feliz pois pensando que a sonhada aposentadoria viria numa boa hora ,pois estou precisando muito só eu sei da dificuldade que estou passando dependendo de ajuda do meu Sogro ,pois tenho um filho pequeno.Eu não acreditei quando vi,chorei muito de tristeza .Aí eu pergunto para o SR e a decisão do Sr Juiz que reconheceu os períodos especiais ?Eles indeferiram e não leram a decisão?O Sr pode me auxiliar pois minha advogada não soube me explicar porque indeferiram.Me ajude por favor.obrigado.

      Resposta
  • 20 de dezembro de 2019 em 13:24
    Permalink

    Olá, estou acompanhando meu processo junto ao inss e observei que um dos tempos de PPP não foi incluso no calculo.
    O que fazer, pois agora aparece “FINALIZAÇÃO AUTOMÁTICA PELO SISTEMA “?

    Resposta
    • 4 de março de 2020 em 14:15
      Permalink

      Olá Reginaldo!

      Fique de olho, pois o próximo passo é averiguar o seu tempo de contribuição.

      Estou a disposição.

      Resposta
  • 26 de fevereiro de 2020 em 23:21
    Permalink

    Prezado Lucas Tubino!
    Venho mui respeitosamente solicitar sua ajuda no pedido de aposentadoria especial de minha irmã.

    Ela trabalha há 28 anos em ambiente insalubre- hospitais como Enfermeira, iniciou como Técnica de Enfermagem, trabalhando inclusive no renomado Hospital Albert Einstein.

    Após 11 meses de espera de um retorno do INSS, recebe o INDEFERIMENTO ao pedido de aposentadoria especial.

    Um breve relato sobre o estado de saúde dela: ela tem uma doença auto-imune adquirida ao longo de sua trajetória, o que a obriga a receber várias doses diárias de insulina injetável, temos nosso pai de 87 anos que reside com a mesma, fica sob seus cuidados e nossa querida mãe falecida há 1 ano. O que nos deixa ainda mais extremamente tristes por esta notícia do INSS.

    O que nos cabe fazer neste momento? Ela apresentou toda a documentação necessária, tem o tempo de contribuição estabelecido para a aposentadoria especial e por que o INSS indeferiu?

    Se puder nos auxiliar, agradecemos muito.

    Att
    Elisangela

    Resposta
  • 3 de março de 2020 em 02:05
    Permalink

    Bom dia!
    Entrei com um pedido de aposentadoria especial,quando entrei estava com 26,7 anos de contribuição,no qual foi aceito 16,7 anos de especial sem o uso de perícia.os 9 anos restante, teria de ser usado apenas por ruído,pois não exerço as funções que foram aceitas como descrita.
    foi feito uma perícia de ruído no local de trabalho,onde encontrou se 84,9 decibéis de ruído,o advogado disse que irá pedir nova perícia,pergunta:o juiz pode aceitar essa perícia,ja que a diferença seria 0,1 decibéis?não existe uma tolerância de margem de erro do aparelho?
    grato

    Resposta
  • 27 de abril de 2020 em 14:28
    Permalink

    Boa Tarde! Sou advogada e preciso de uma orientação sobre um indeferimento de uma aposentadoria especial de um médico. Como devo proceder?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *